Um final de semana memorável: o eterno beatle Paul McCartney em Porto Alegre

Confesso que não sou fã dos Beatles, nem fã de Paul McCartney. Na verdade, não sou aquele fã no sentido que chega até se descabelar (o que é impossível, por que já sou um careca) para ficar o mais próximo possível do ídolo. Também nem coleciono discos, nem pôsteres. Não sou aquele que está dormindo na calçada do Estádio Beira-rio para pegar o melhor lugar.

Também faço outra revelação. Nunca fui num grande show de qualquer astro globalizado. Tudo devido aos altos preços dos ingressos, que não são nada prazerosos de se pagar. E não houve artista, até então, que me convencesse a pagar bem para assisti-lo.

Mas resolvi apostar na nata da boa música. E se você gosta de boa música, saberá que vale a pena desembolsar mais de R$ 250 para ver o Paul McCartney em Porto Alegre.  Aliás, eu ainda gastei pouco. Tem gente que vem de mais longe e adquiriu ingressos mais caros para ver em localização mais privilegiada.

O ex-beatle se apresenta neste domingo, dia 7, no Estádio Beira-rio, pela turnê Up and Coming.

Eu me considero um sortudo por ter conseguido um ingresso em meio a tantas limitações para compra: 70% estava reservado para assinantes dos jornais da RBS e sócios colorados durante a pré-venda. Coisa que nenhum dos dois eu sou. Os demais 30% eram para não simpatizantes da RBS e gremistas, pode-se dizer. Mas enfim, eu consegui. Eu, minha namorada e o cunhado. E também minha tia beatlemaníaca e minha prima, ambas de Criciúma (SC).

Mas passado o nervosismo inicial, agora é a ansiedade que me faz companhia. Eu e mais um monte de pessoas acreditam que o show será do “caralho” (tirem as crianças da sala). A provável set list dá esta dimensão.

set_list

Domingo, 14 horas, eu e a trupe de colegas jornalistas do Grupo Sinos (Novo Hamburgo/São Leopoldo) vamos de micro-ônibus, que alugamos justamente para facilitar a ida e a volta do show. O trânsito na capital gaúcha deverá ser um inferno. No entanto, tudo isso só servirá para criar filas ao redor do estádio, uma vez que os portões abrem às 17h30.

Até lá, você tem o direito de beber e se alimentar como quiser, inclusive com aquele lanchinho e a cervejinha trazida de casa. Contudo, não poderá levar nada disso para dentro do Beira-rio. Câmeras fotográficas, são bem vindas apenas aquelas compactas. Smartphones também podem. Quem possui máquina reflex/SLR, terá que deixá-la bem guardada em casa, porque não o deixarão entrar.

E para encerrar este post: Kleiton e Kledir, com a participação de Renato Borghetti, abrindo os trabalhos de Paul, não passaram de um delírio ao longo desta semana. Será somente o ex-beatle e mais ninguém.

Outras informações, acesse www.paulinbrazil.com.br/portoalegre/

Este post também está em www.musicomio.com.br

2 Respostas

  1. Um final de semana memorável: o eterno beatle Paul McCartney em Porto Alegre http://bit.ly/dBj0aE

  2. Um final de semana memorável: o eterno beatle Paul McCartney em Porto Alegre http://bit.ly/bThKla #PaulInBrazil