Quando um PDF não é fechado direito

Na produção de um impresso, há processos gráficos e rotineiros que geralmente não são bem compreendidos por parte dos jornalistas. Há até mesmo quem desconheça.

Uma destas rotinas é a preparação para a impressão, simplesmente denominado de pré-impressão. É quando as páginas, diagramadas e editadas por softwares como o Adobe InDesign (sucessor do PageMaker), são conferidas uma a uma, elemento a elemento. A conferência começa por uma visão geral da colocação dos elementos da página. Em seguida, fotos, ilustrações e fontes (tipos de letra) são verificadas: se estão vinculados os arquivos originais, se estão coloridos ou preto e branco, etc.  Feito isso, o processo culmina com a geração de um arquivo PDF normatizado (padrões gráficos profissionais), o casamento das páginas (reunidas em pares e ímpares, como por exemplo, a primeira e a última lado a lado) e a separação das cores (uma página é separada em 4 cores – Ciano, Magenta, Amarelo e Preto, conhecida pela sigla em inglês CMYK). Na sequência, os arquivos em PDF com as páginas casadas são encaminhadas para o Computer-to-Plate (CTP), onde são gravadas as chapas fotosensíveis que serão utilizadas na impressão.

Quando algo não dá certo neste processo todo de finalização de uma publicação, o resultado é esse:

Contudo, o problema não seria nada se não fosse por um detalhe: o diretor da Innovation Media Consulting para o Brasil, o jornalista gaúcho Eduardo Tessler, que mantém o blog Mídia Mundo, com análises e críticas aos jornais do mundo todo, tivesse cometido uma gafe. No post O logo ficou mais fino, ele achou que O Liberal, jornal do Estado do Pará, tivesse alterado o logotipo para uma fonte mais fina (aliás, um tipo de fonte que denuncia a falta do tipo de letra real), porém, sem mexer no restante do projeto gráfico do jornal. Mas após comentário de um leitor do blog (que não foi eu), ele notou que era alarme falso e fez uma alteração no post, retificando a informação.

E pensar que toda esta confusão foi causada por um PDF feito numa workstation sem a fonte da logo do jornal.