O dia em que fui embora de casa…

Deixei Tubarão para morar no Rio Grande do Sul no dia 23 de janeiro de 2005. Já tinha concluído o curso superior em jornalismo, mas não havia colado grau ainda. Foi o momento mais difícil de minha vida. E é o momento mais difícil para aquele que ama sua família. Deixar pai, mãe, irmã, amigos, até mesmo os cachorros do lar e toda terra natal para trás é de doer o coração. Até para um homem, é inevitável chorar. Me lembro perfeitamente daquela noite de 22 de janeiro, por volta de umas 23h30, virando as costas e deixando pai, mãe e mana chorando e indo embarcar no ônibus… e chorando sem parar até Torres. Até lá, já tinha decorrido 2h30 de viagem.

Prestes a completar 7 anos de Rio Grande do Sul (tirando os outros tantos que já passei aqui, em Erechim, na casa da vó), o tradicional comercial da Cia. Zaffari revirou minha memória. Impossível não lembrar daquele triste momento de partida e mais impossível ainda de não lembrar de revê-los (a minha família) aqui, naquele final de ano de 2005, para não me deixarem passar o Natal só.

Os comerciais do Zaffari são clássicos da tevê gaúcha e aguardados ansiosamente no Natal. O comovente clipe deste final de 2011 foi criado pela Agência Matriz, com produção da MFX Filmes e Gogó Conteúdo Sonoro. Em Porto Alegre o comercial vai ao ar na TV, e em São Paulo só nos cinemas. O interprete da canção que embala o VT é o cantor e locutor Porto Alegrense Jader Cardoso. As gravações ocorreram em Madrid, Porto Alegre e Santo Antônio da Patrulha.