Fotógrafos no campo de batalha

Como repórter, já participei de várias grandes coberturas jornalísticas. Enquanto, nós, repórteres, nos desdobramos com bloco de papel e caneta, os colegas fotógrafos transformam o local da pauta num verdadeiro campo de batalha. Cada um em sua trincheira, tratando de mirar suas lentes em suas vítimas. Como se fosse uma guerra, cada um fica a postos, com o dedo no gatilho, quer dizer, com o dedo no disparador, pronto para capturar uma cena perpétuamente.

Achei este vídeo muito bacana… numa bem executada transposição de realidades.

Em tempo, eu também fotógrafo. Tenho uma Nikon D3000, que utilizo para treinar fotografia, passar tempo, enfim, para hobby e também às vezes para consumo interno. Não sou profissional, apesar de saber operar e ter praticado fotografia (com filme, negativos e papel) na faculdade. Mas respeito muito quem sabe manusear com talento estas verdadeiras máquinas de eternidade. No jornal, por enquanto, meu negócio é pesquisar, investigar, entrevistar e escrever.

Uma resposta

  1. RT @site_do_Gabriel: Fotógrafos no campo de batalha http://bit.ly/lsSdVI